8 Dicas incríveis para ter unhas fortes e bonitas

Cuidar das não é apenas um trabalho de manicure. Pouco faz o profissional da esmaltação de fato porque um bom resultado quando se trata da saúde das unhas é algo rotineiro, da vida do cliente. Mas não é complicado de se conseguir. Dicas incríveis a seguir podem ajudar a quem deseja manter as unhas fortes e bonitas.

Dicas para ter unhas fortes e bonitas

As Unhas Decoradas tratam do visual, mas será que sua unha está legal sem o esmalte? Para cuidar da saúde é preciso nutrir alguns bons hábitos fáceis de incluir na rotina. Selecionamos oito bem fáceis. São eles:

1 – Dar um intervalo na esmaltação semanal

Todo mundo precisa de um tempo de descanso e com as unhas não é diferente. Esmaltes são químicos os quais obrigam as unhas a se protegerem constantemente, por isso uma esmaltação constante deixa manchas amarelas e a unha quebradiça. Dar intervalos a cada dois meses de ao menos sete dias sem esmalte ajuda bastante.

2 – Não remover completamente a cutícula

Há quem adore uma unha fundinha. É bonito, um hábito nutrido dos anos 80 até os dias atuais. Contudo, é preciso entender a principal função da cutícula: proteger a unha. Se ela é removida por completo é mais comum bactérias se instalarem e fungos. Tente tirar apenas o excesso para manter o aspecto mais bonito, mas não tudo. 

3 – Compartilhar alicate de unha jamais!

Há quem não ligue mas o alicate pode armazenar milhares de bactérias e fungos. Com o seu compartilhamento as infecções são constantes, em especial em quem está com a imunidade baixa. 

Um bom hábito é levar seu kit de remover cutículas para o salão. Outra dica é observar se o salão teme estufa. Se não tem é melhor optar por outro estabelecimento. Segurança nunca é demais. 

4 – Não lixe a superfície da unha 

Este é um costume comum em quem encontra manchas ou um leve amarelamento. Não é bacana porque remove também as camadas superiores de proteção e pode causar danos. O ideal é usar lixadores específicos, mais macios e bem baratinhos.

5 – Evite arrancar cutículas com os dentes e roer unhas

A agressividade dos dois hábitos acabam por remover tanto a pele ao redor da unha como as camadas da unha de forma desproporcional. Quem costuma ‘cutucar’ a cutícula ou mordiscar sabe a quantidade de vezes que acabou com um pouco de sangue saindo e uma ferida enorme.

As chances de infecção também são grandes porque na boca vivem uma série de bactérias. Na unha também, podendo infeccionar a boca.

6 – Atenção especial à alimentação

Não é do ar a nutrição corporal. Os nutrientes necessários para pele, cabelo e unhas saudáveis provém dos alimentos. Regule a dieta para evitar gordura em excesso, enlatados e substâncias ricas em proteína e colágeno. Isso dará força à unha.

7 – Use produtos de qualidade

Infelizmente nem todo produto é igual mesmo servindo para a mesma função. Uma atenção especial aos fortalecedores porque nem sempre são agradáveis ou podem agir com excesso de química. Pode estimular em excesso o crescimento e necessitar de mais esmaltação. 

8 – Atenção à data de validade dos produtos

A unha ficou amarela após pintar com esmalte escuro? Possivelmente o produto está fora da validade. Surgiram manchas escuras? Mesmo problema. A cutícula criou uma pele dura? O seu amolecedor pode estar vencido. Sempre revise a maleta de itens para evitar problemas.

Saiba como aumentar as chances de aprovação no concurso

Ter o nome publicado no Diário Oficial como aprovado em concurso público não é um sonho impossível. A lista de Concursos Previsto 2018 já foi divulgada e quanto antes começar a preparação do estudante melhor. Mas para aumentar as chances há muitas dicas de estudo e preparação para certames. Confira!

O formato de estudo é um dos segredos da aprovação

Os relatos dos concurseiros dedicados vão de longas horas de estudo até devoradores de livros e apostilas. Contudo, a aprovação não vem. O motivo? Na maior parte das vezes está no método usado para estudar. 

Segundo o especialista William Douglas, Juiz Federal e autor do livro “Como Passar em Provas e Concursos”, encontrar o método certo de acordo com o seu tipo de estudo e concurso é a parte mais importante. E qual seria ele? A resposta é simples: depende. 

Alguns alunos precisam de um material visual e as vídeo aulas são mais indicadas. Já outros rendem melhor com apostilas e livros porque desenvolvem e ficam melhor com leitura. Para estes concurseiros o ideal é estudar em casa, sempre com horário fixo e material atualizado. Já os que se distraem facilmente e adoram um estudo guiado podem ficar com o curso presencial. 

O método de estudo é a parte mais importante. Se após colecionar reprovações aos longos dos anos não se consegue aumentar a nota, é indicado revisar a metodologia e tipo de material usado na preparação. 

Quanto antes começar a preparação melhor

Antecipação é um dos segredos para se preparar bem para uma prova de concursos. Uma dica é iniciar os estudos pelas matérias básicas como português, redação oficial e raciocínio lógico, comum a todos os concursos públicos (ou uma boa parte deles). Cada área de concurso possui matérias de base e focar nelas é importante. 

Em quanto tempo deve ser esta antecipação? Depende do concurso. Alguns exigem alguns meses porque o tempo entre publicação do edital e prova é muito curto. Exemplo: concursos para tribunais. Com prova física é pior ainda como os Concurso Policia Civil 2018 porque ainda há uma preparação extra classe. 

O segredo para saber quando sairá um edital é buscar o lançamento anterior e sua validade. Observe a data de validade. Se está próximo a vencer é importante começar a se preparar o mais breve possível. 

Resolva questões. Quanto mais melhor!

Como você aprende sobre cobranças de bancas para concursos? Aprendendo a responder questões de acordo com o estilo de concurso, que difere muito da teoria. O grande segredo é resolver questões de concursos. 

Há alguns sites para resolver provas de concursos com conteúdo gratuito. Mas buscar a banca anterior e responder muitas questões é uma das formas de aprender muito sobre concursos. Vale responder ao menos uma vez por semana, mas quanto mais tempo tiver disponível para isso melhor. 

Foque ainda em conhecer mais sobre a banca organizadora e seu estilo de cobrança. Mesmo que ela não tenha feito o seu concurso anteriormente ela tem questões da mesma disciplina em outros e vale dar uma olhadinha.

Melhores alimentos para comer antes de malhar

A alimentação antes de malhar é conhecida como pré treino. Ela deve ser ingerida entre 40 minutos e uma hora antes da atividade física para continuar a sua digestão e suplementação ao organismo durante o período da musculação. Boas escolhas são importantes neste quesito. Saiba mais!

Os melhores alimentos pré treino

Para melhor aproveitamento de um treino padrão de uma hora de duração na musculação é preciso ter energia durante o exercício. Os nutrientes da alimentação são reparar o músculo. O que seria mais indicado? Confira sete dicas a seguir. 

Banana

O grande segredo de comer banana como pré treino é ela ser uma fruta muito rica em carboidratos de ação rápida, responsáveis por fornecer combustível utilizável para um treino. Também é uma ótima fonte de potássio, responsável pela manutenção da função muscular e nervosa.

Quem curte musculação pela manhã e ignora a dica de comer antes, uma banana antes pode ajudar e muito a melhorar o desempenho e formação dos músculos e massa magra.

Aveia

Sua riqueza em fibra facilita a liberação constante de carboidratos na corrente sanguínea. Sua ingestão propicia um fornecimento constante de energia ao longo do treino. Pode ser uma papa, usada em frutas na forma de grãos ou como desejar. 

Grão de bico

Parece estranho, não é? Uma alimentação de almoço que seria um bom pré treino. Um quarto de xícara fornece ao corpo cerca de 10 gramas de proteína, 30 gramas de carboidratos e quase 9 gramas de fibra. Ele é rico de todas as formas e sacia muito bem a fome. 

Omelete de ovos

O ovo é bom para tudo em uma dieta de quem não é sedentário. A gordura das gemas é metabolizada lentamente e, portanto, fornece energia em curto prazo. Apenas um ovo fornece cerca de 4 gramas de proteína e sem gordura se remover a gema para o omelete.

Um peito de frango pequeno

Outra dica com carinha de almoço mas que faz um bem enorme. Um pedaço pequeno de peito de frango contém uma pequena quantidade de gordura. É uma boa escolha porque fornece proteína para o reparo muscular após o treino. 

Um iogurte grego

Não o esnobe quando o visualizar na prateleira do supermercado. Apesar de o modismo o ter deixado mais caro, o iogurte grego contém quase o dobro da proteína de um item do tipo ‘normal’, metade do açúcar e ainda sacia muito bem. 

Uma fatia de pão integral

Uma fatia de pão integral é uma excelente fonte de carboidratos.  Pode ser ingerido com geleia, ovos mexidos sem sal, uma fatia de peru. O segredo é realizar combinações saudáveis o tempo todo. 

O que não pode comer antes do treino?

Tudo o que for ‘pesado demais’, que vai demorar a ser ingerido, deve ser descartado. Com isso vale tirar carnes, pães de massa branca e itens com trigo. Quanto mais leve for o pré treino melhor. 

Também mantém uma distância segura entre comer e ir para a musculação. O esforço intenso com um estômago cheio pode causar náuseas e vômitos. O ideal é comer entre 40 minutos e uma hora antes de começar a se exercitar. 

Como recorrer a uma multa de trânsito

Multas de trânsito devem ser pagas dentro do período estabelecido no boleto ou podem gerar multa. A pontuação não vai embora, ela fica por um ano, mas o valor deve ser pago ou o motorista está com pendências com o órgão de trânsito.

O que é e para que serve a multa?

A multa é a penalidade imposta pelo Código de Trânsito Brasileiro quando um motorista habilitado (seja ele de qual tipo de veículo) não age de acordo com as regras. Isso quer dizer que dirigir sem Carteira Nacional de Habilitação(CNH) não tem multa? Sim, mas a penalidade é outra: prisão. O proprietário do veículo terá seu bem apreendido e o condutor sem possuir habilitação será detido.

A prática de aplicar multas existe em muitos países que prezam pela ordem do trânsito. No Brasil são divididas em leve, média, grave e gravíssima. Cada multa gera uma pontuação na habilitação, de dois a sete pontos. Somando 21 pontos o motorista tem o documento suspenso e deverá fazer aulas de reciclagem sobre legislação, refazer a prova teórica e apenas se for aprovado volta a ter uma CNH. 

Muitos questionam o porquê das multas. Imagine-se em uma cidade onde cada condutor pode estacionar onde quiser, entrar na rua da forma a qual desejar, sem sinais de trânsito, em qualquer velocidade…seria o caos. Para a organização do trânsito a multa é necessária. Para arrecadação,  construção ou revitalização de vias a arrecadação do valor também.

Como recorrer a uma multa

Existem dois motivos para recorrer de uma multa: quando você acredita que ela não é sua ou não foi uma multa justa. 

Quando um carro é multado sem identificação do motorista (sinais eletrônicos ou estacionamento, por exemplo), a multa vai para a CNH do proprietário e não do condutor no momento. Neste caso é só preencher o formulário passando a multa para a outra CNH, o infrator e quem recebeu a pontuação assinar e entregar no Detran mais próximo de sua residência. 

O passo a passo é recorrer a uma multa quando ela foi injusta:

  • Dirigir-se até o departamento de trânsito com a multa em mãos;
  • Requisitar e preencher o formulário provando a irregularidade da penalidade;
  • Enviar para o departamento de trânsito com ajuda do atendente e aguardar.

O Detran possui até 90 dias para dar baixa ou não na multa.

Recorrer e anular uma multa: há diferença?

Recorrer é o processo para anular uma multa. Ao final do processo ela pode ser anulada ou não. Na maior partes dos casos, se há provas para comprovar o erro ou uma justificativa para a infração ela é anulada. 

É muito comum o excesso de velocidade, por exemplo. Mas se for para prestar socorro ela será anulada. Claro, é necessário organizar documentação informando claramente a necessidade do ato.

Todos os documentos considerados provas serão analisados pelo Detran e o resultado ficará disponível no próprio sistema. Se os pontos sumirem da CNH é porque o pedido foi aprovado. Se não o ato de recorrer não foi considerado válido.

FONTE: ipva.pro.br